Tratamento e gestão de resíduos em período de chuvas_comunicado

COMUNICADO 

 Assunto: tratamento e gestão de resíduos em período de chuvas

 De acordo com dados de 2015 do Projeto Roadmap Resíduos, Cabo Verde conta com 152 pontos de deposição ilegal de resíduos vulgarmente designados lixeiras. Por outro lado, o Inquérito Multi-objectivo Contínuo, de 2017 aponta que 8,4% de agregados familiares em Cabo Verde despeja os resíduos – também conhecido como lixo - ao redor da sua casa ou na natureza e 10,3% enterram ou queimam os seus resíduos.

Com o aproximar da época das chuvas, aumentam as probabilidades e possibilidades das águas das chuvas servirem de veículos condutores de elementos patogénicos, também conhecidos como bactérias, vírus, fungos e alguns tipos de vermes presentes nos resíduos e nas águas residuais. Tal situação pode se verificar com maior probabilidade nos bairros e localidades que não dispõem de serviços de evacuação correta e apropriadamente instalados e funcionais, o que pode originar situações de inundações provocadas por diversos fatores, sendo um deles, a ineficácia do sistema de drenagem, causada muitas vezes pelo entupimento provocado por resíduos despejados na via pública.

Neste contexto, entende a ANAS, enquanto reguladora dos serviços de saneamento, entende que é necessário e urgente que seja posta em prática algumas medidas de prevenção. Por um lado, as autarquias devem estabelecer e implementar um programa de intervenções visando a eliminação de focos de proliferação de vetores de doenças e por outro, a eliminação de obstáculos existentes nas vias, acautelando possíveis inundações nas comunidades.

Ciente de que os municípios têm vindo a envidar esforços para melhorar o problema relacionado com a gestão dos resíduos, a ANAS estimula-os a encetarem campanhas de limpeza visando:

  • A limpeza / eliminação dos pontos de deposição ilegal de resíduos;
  • A limpeza e desobstrução de valas e ribeiras;
  • A limpeza e eliminação de pardieiros, onde for possível.

Por outro lado, entende a ANAS que cabe ao cidadão um papel crucial na prevenção de doenças relacionadas com a má gestão dos resíduos. Assim, exorta-se os cidadãos a:

  • manterem limpos o seu bairro e a sua rua
  • A encetarem e aderirem à campanhas de limpeza nos seus municípios
  • a colocarem os seus resíduos em lugares adequados nos contentores ou a efetuarem a entrega nas viaturas de recolha

Praia, 05 de agosto de 2018

Com os melhores cumprimentos,

O Conselho de Administração da ANAS

© 2017, ANAS - Agência Nacional de Água e Saneamento. Todos os direitos reservados.